Logística & Terceirização

logistics.jpg

Logística


A Logística tende a ser tratada primariamente como um fator de custo, e portanto um mal necessário. As empresas toleram um certo grau de ineficiência no processo logístico, como se fosse inevitável, convivendo com perdas e índices que poderiam ser melhores. É aí que nasce a oportunidade de diferenciar sua empresa dos concorrentes diretos e indiretos: tornando seu processo logístico rápido e acurado, e portanto de menor custo. Estas características juntas são mais fáceis de conseguir do que cada uma delas em separado.


A Logística é muito ampla, e envolve múltiplos agentes, com variadas funções. Todos eles têm que ser integrados e balanceados entre si.
A cadeia logística começa no processo de obtenção de matérias primas, seguindo para processos de produção, armazenagem, distribuição, logística reversa, envolvendo em cada etapa transporte e movimentação interna. Inclui ainda a integração de fornecedores e subfornecedores ao processo, e diversos serviços adicionais que agregam valor ao produto final. O processo logístico abrange todas as
regiões do planeta, incluindo as atividades de importação e exportação. 


Fazer x Terceirizar

Não existe ainda um padrão comum de pensamento e atitude no sentido de construir a logística internamente ou usar serviços de terceiros. É comum que os primeiros movimentos de logística ocorram dentro das empresas. São usualmente arranjos rústicos e formados por recursos deslocados de outras áreas da empresa. Ao crescer a demanda, a empresa chega ao ponto de decisão sobre fazer ou terceirizar. Este é um ponto difícil, porque a empresa tenderá a comparar o custo da solução insatisfatória anterior com o custo de terceirização com solução mais ampla e eficaz.